Pular para o conteúdo principal

Postagens

AS CRISES NOS ACORDAM PARA AS COISAS BOAS QUE NÃO PERCEBEMOS

As crises nos acordam para as coisas boas que não percebemos Saramago costumava dizer que o destino tem que dar muitos rodeios antes de chegar a qualquer parte. Ou seja, a vida tem seus próprios caminhos, coisas que não controlamos, suas ironias, suas voltas, de modo que sempre haverá o inesperado e dificuldades para enfrentar. Sempre haverá desilusões, quedas e ultrapassagens. No entanto, ainda que os momentos de crise sejam horríveis, eles podem significar um despertar, pois como diz Sean (Robin Williams) no filme Gênio Indomável: “As crises nos acordam para as coisas boas que não percebemos”. Não há como escapar, todos nós um dia passaremos por um momento que colocará o nosso emocional no chão, a mente perturbada, cercados de desilusão e desespero. Não há como escapar porque “A vida não te dá traves de proteção” e a dor e o sofrimento são inerentes à vida, assim como o amor e a alegria. Embora não haja como escapar, no meio da dor parece que percebemos quem somos de fato e o que quere…
Postagens recentes

A VIDA NÃO TIRA AS PESSOAS DE VOCÊ, AFASTA AS QUE VOCÊ NÃO PRECISA!

A VIDA NÃO TIRA AS PESSOAS DE VOCÊ,  AFASTA AS QUE VOCÊ NÃO PRECISA!
Quando se trata de salvaguardar o nosso amor próprio e a nossa dignidade, temos que ter sempre algo em mente: não podemos admitir diminuições. Por isso dizemos que a vida não tira as pessoas de nós, mas nos afasta das que não precisamos. Os vínculos emocionais são valiosos e, por isso, é determinante deixar de lado as pessoas más, sem coração, que esmagam a nossa autoestima vezes sem conta. No momento em que você perceber isso, um mundo novo irá se abrir diante dos seus olhos e você vai deixar de precisar da presença daqueles que semearam dúvidas, desconforto e relutância na sua cabeça. Dê a sua ausência às pessoas que lhe fazem malAfaste-se de quem duvida de você, aproxime-se de quem o valoriza, liberte-se de quem o incomoda e ame quem o apoia. Dê a sua ausência de presente a quem não valoriza a sua presença e mostre o valor que você tem. É você quem determina o seu próprio preço, por isso, é esse o valor que as pessoas …

O ENCONTRO MAIS ÍNTIMO NÃO É O SEXUAL,E SIM DESPIR-SE EMOCIONALMENTE

O encontro mais íntimo não é o sexual, e sim despir-se emocionalmente
O encontro mais íntimo entre duas pessoas não é o sexual, mas sim despir-se emocionalmente. Uma troca que acontece quando o medo é vencido e nos entregamos ao outro do jeito que somos, em cada uma das nossas vertentes. Isso não é fácil de alcançar. De fato, despir-se emocionalmente não é algo que se consiga rapidamente, muito menos com qualquer um. É preciso tempo, força e vontade de ouvir, sentir e abraçar emoções. Autoconhecimento e heteroconhecimento, isto é, o conhecimento de si mesmo e o da realidade do outro. Visto assim, não parece à toa que o termo que as escrituras bíblicas usam para falar do amor sexual ou do estabelecimento da intimidade seja CONHECER. Este artigo trata de se conhecer e se despir em paixões, em sentimentos e em história emocional… O ato de despir-se emocionalmente começa em si mesmo O despir emocional começa por si próprio. Isto é, é muito importante se identificar com o que se sente e percebe…

QUANDO UMA PESSOA TEM ENERGIA BOA,É AGRADÁVEL,AMOROSA,TEM LUZ,TODO MUNDO QUER TÊ-LA PERTO !

Quando uma pessoa tem energia boa, é agradável, amorosa, tem luz, todo mundo quer tê-la por perto!
Gisela Vallin•22 de março de 2017
Ao invés de culpabilizar as pessoas que se afastaram de você, atribuindo a elas características de insensibilidade, frieza, falta de compaixão, confira se você é uma pessoa suficientemente agradável para as pessoas desejarem estar perto de você, não por obrigações protocolares, mas por afinidade genuína. Tenha a coragem de olhar para si mesmo e se encarar, ao invés de atribuir a responsabilidade ao outro, fazendo-se de vítima. Quando uma pessoa tem energia boa, é agradável, interessante, amorosa, tem luz, bom humor, todo mundo quer tê-la por perto e aí ela é quem vai escolher quem ela quer ou não quer por perto se baseando na dignidade relacional. Mas opções não irão faltar, porque a pessoa emana luz! Quem não quer gente de luz por perto? Todo mundo quer gente com energia boa por perto!! Aquela pessoa que só de estar sentada em silêncio do seu lado torna seu …

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS Se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na mesma fonte de desestabilização emocional. Basta que qualquer matéria sobre empatia seja postada para que dezenas de pessoas (que se identificam como empatas) comentem sobre o lado difícil do excesso de sensibilidade. Não é novidade, também, o fato de existirem pessoas que são, voluntaria ou involuntariamente, mais reativas ao que acontece no ambiente ao seu redor. Para elas, a dor do outro dói em si, o mau humor de alguém as abala e as deixa mal humoradas, notícias pesadas as fragilizam e muito estímulo – como estar no meio de multidões e grandes grupos -, as consomem. A questão é: se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na me…

COMO DESENVOLVER AUTOCONFIANÇA E AUTOESTIMA,SEGUNDO DR.NELL BURTON,PSIQUIATRA INGLÊS

Como Desenvolver Autoconfiança e Autoestima. Nesse artigo artigo Nell Burton, Psiquiatra Inglês, presenteia com 17 sugestões para aumentar a nossa auto-estima e a segurança em nós mesmos. Todas as 17 sugestões são ótimas. Algumas precisam de tempo para darem resultados apreciáveis, outras ao invés disso, dão rapidamente um gás na sua auto-estima. Não esqueça de praticar. A Auto-estima se constrói um pouco a cada dia, passo a passo.
17 sugestões simples para desenvolver autoconfiança eautoestima.
Aautoestimaé afetada por problemas com a saúde física; eventos negativos na vida, como perder o emprego ou se divorciar; relacionamentos deficientes ou frustrantes; e um senso geral de perda de controle. Muitas vezes, esse senso de perda de controle é particularmente pronunciado em vítimas de abuso (emocional, físico ou sexual) ou de discriminação devido a religião, cultura, raça, gênero ou orientação sexual. Às vezes, a baixaautoestimapode estar profundamente arraigada e ter sua origem em experiênci…