Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

CURANDO RELACIONAMENTOS AFETIVOS

Curando relacionamentos afetivos por Tania Rainha
Esta matéria é dedicada para ajudar você a entender e curar os relacionamentos afetivos e como podemos usar da nossa inteligência emocional a nosso favor. Primeiramente, vou explicar como as ondas cerebrais Theta podem te ensinar a equilibrar os seus hemisférios cerebrais direito e esquerdo e mudar crenças bloqueadoras e limitantes, que podem estragar o seu dia a dia. Simplesmente mudando a programação mental e o seu jeito habitual de pensar para uma maneira mais leve e livre, e então você passará a apreciar muito mais as suas experiências na vida e desfrutá-la de uma forma libertadora.  A onda cerebral Theta pode ser acessada quando vamos dormir, enquanto sonhamos e quando entramos em meditação profunda. Também pode acessar esse estado mental Theta, às vezes, enquanto dirige, pois você pode estar dirigindo por uma estrada e se distrair no meio de uma longa viagem ou de repente você tem uma epifania, uma resposta que você vem buscando a me…

POR QUE MEUS RELACIONAMENTOS SÃO TÃO DIFÍCEIS ?

Por que meus relacionamentos são tão difíceis?por Nadya Prem
fato que estamos aqui para nos relacionarmos. Não tem como fugir disto! Precisamos uns dos outros de alguma forma. Não há quem não se relacione com o mundo externo, enquanto, na condição de ser humano. Desde o ar que respiramos e que compartilhamos, até outras necessidades básicas, enquanto habitantes do mesmo lar planetário. A grande diferença está em buscar a outra metade da laranja ou querer ser uma laranja inteira para compartilhar com outra laranja inteira.
Poucos já alcançaram o patamar evolutivo de não precisar de alguém para “completá-los”. São pessoas que não sentem a necessidade de relações à “moda antiga”, casando, tendo filhos e coisas do tipo. Sentem-se bem em sua própria companhia, estão completos. Diferente de sentir solidão, vivenciam a solicitude, que é viver bem consigo mesmo e não estão presas às convenções socioculturais. Os relacionamentos nos servem para o nosso autoconhecimento. A verdade é que, por meio …

SINTONIA - O SEGREDO PARA OS RELACIONAMENTOS DURADOUROS

Sintonia – O segredo para os relacionamentos duradourospor Vanessa Milis
É incrível como o tema “RELACIONAMENTO AMOROSO” é recorrente nas sessões de Coaching. São tantos os relatos de histórias que começaram cheias de paixão e desandaram no caminho. A maior parte dos fracassos nos relacionamentos deixa evidente um fator: a falta de SINTONIA entre um casal na construção da caminhada em conjunto.
Por qual motivo essa falta de sintonia acontece? Primeiro é preciso analisarmos as nossas motivações para iniciar uma relação: carência, paixonite aguda, admiração pelo outro, interesses em comum, etc. Tudo é válido para disparar em nós aquele impulso espetacular que faz as nossas pupilas dilatarem e a nossa mente focar em todos os pontos em comum com o outro. Que coisa impressionante essa capacidade que temos, quando apaixonados, de enxergar qualidades e afinidades e como elas de repente podem sumir do nosso campo de visão com o tempo e dar lugar para questionamentos do tipo: “meu Deus, onde é q…

ACESSANDO A CURA INTERIOR

Acessando a cura interiorporCelso de Godoy Junior
Infelizmente, mesmo estando diante do século XXI, época nunca antes vista com tanta inteligência, disponibilidade de informações e poder financeiro, o mesmo período se retrata em uma época da história tão doente e com infinitos casos de conflitos, estresses e guerras entre determinadas pessoas, ideologias e desentendimentos por fatos insignificantes, egoístas, capitalistas e contra a própria humanidade.
Ainda pior é saber que existem mais pessoas doentes fora do hospital do que dentro, vítimas de depressão, traumas e desprazer com a própria vida. Até que ponto chegaremos?? Até quando as pessoas acreditarão que a cura dos seus males estará nos remédios vendidos em farmácias e estocados em hospitais? Até quando se iludirão com isso? Em grande parte nada é curado, pelo contrário, só aumentam ainda mais os seus conflitos e o desencadear de doenças. Até quando o homem trocará os seus “momentos cultos, contato consigo, com a natureza e o encont…

SÓ PERMANEÇA ONDE EXISTA RECIPROCIDADE - EM TEMPOS DE AMORES LÍQUIDOS RECIPROCIDADE É FUNDAMENTAL

Só permaneça onde existe reciprocidade Por Fabíola Simões
Em tempos de amores líquidos, reciprocidade é fundamental. É ela quem diz que estamos no caminho certo ao enviar um “bom dia” carinhoso àquela menina pelo WhatsApp, ou um áudio com uma coletânea bacana pelo Spotify. É ela que autoriza o comentário entusiasmado na foto do crush interessante ou a curtida frequente nos posts da gata fitness. Mesmo não sendo adepta de estratégias e joguinhos de poder no campo amoroso, acredito no significado da reciprocidade. De só permanecer em relações onde não é preciso insistir para receber uma resposta ou implorar para ser valorizado como deveria. Muitas vezes é preferível abrir mão de uma relação que julgamos importante do que continuar insistindo sem correspondência alguma. O que vejo por aí é que tem faltado discernimento para entender onde não se deve insistir. Onde não vale a pena investir tempo, pensamento, vontade e intensidade na vã tentativa de se sentir acolhido por alguém que simplesmente…

12 FILMES NETFLIX PARA QUEM NÃO TEM MEDO DE CRESCER EMOCIONALMENTE - LISTA 1 E 2

12 filmes Netflix para quem não tem medo de crescer emocionalmente
Não há volta para algumas informações e vivências que adquirimos. O sentir e a empatia proporcionadas por esses filmes certamente influenciarão quem os assiste. Uma lista para quem não tem medo de sentir…e evoluir. Bons filmes! Josie Conti 1- A vida secreta das abelhasCarolina do Sul, 1964. Lily Owens (Dakota Fanning) é uma garota de 14 anos atormentada pelas poucas lembranças que tem da mãe falecida em um trágico acidente causado por ela. Decidida a fugir da solidão e do relacionamento complicado com o pai, T. Ray (Paul Bettany), Lily foge de casa com sua empregada Rosaleen (Jennifer Hudson) e segue a única pista que pode levar ao passado de sua mãe numa pequena cidade do interior. Lá ela conhece August (Queen Latifah), a mais velha das irmãs Boatwright, dona de um tradicional apiário da cidade e que também conhece alguns segredos do passado de sua mãe.
10 lições que eu aprendi com o filme “A vida secreta das abelhas”Vida S…