Pular para o conteúdo principal

SÓ PERMANEÇA ONDE EXISTA RECIPROCIDADE - EM TEMPOS DE AMORES LÍQUIDOS RECIPROCIDADE É FUNDAMENTAL

Resultado de imagem para Só permaneça onde existe reciprocidade

Só permaneça onde existe reciprocidade


Em tempos de amores líquidos, reciprocidade é fundamental.
É ela quem diz que estamos no caminho certo ao enviar um “bom dia” carinhoso àquela menina pelo WhatsApp, ou um áudio com uma coletânea bacana pelo Spotify. É ela que autoriza o comentário entusiasmado na foto do crush interessante ou a curtida frequente nos posts da gata fitness.
Mesmo não sendo adepta de estratégias e joguinhos de poder no campo amoroso, acredito no significado da reciprocidade. De só permanecer em relações onde não é preciso insistir para receber uma resposta ou implorar para ser valorizado como deveria.
Muitas vezes é preferível abrir mão de uma relação que julgamos importante do que continuar insistindo sem correspondência alguma.
O que vejo por aí é que tem faltado discernimento para entender onde não se deve insistir. Onde não vale a pena investir tempo, pensamento, vontade e intensidade na vã tentativa de se sentir acolhido por alguém que simplesmente não está nem aí.
Muita coisa é simples, a gente é que complica. Se alguém visualizou sua mensagem e não respondeu em dois dias, é porque não quis. Não faltou tempo, faltou interesse.
A gente sempre arruma tempo para o que está interessado. Para responder um bom dia, comentar uma foto original, curtir uma música, agradecer uma lembrança, desafogar uma saudade. Porém, nem sempre há interesse ou correspondência do outro lado. Nem sempre há vontade ou prioridade. E, mesmo tentados a entender e justificar, deveríamos apenas recuar. Dar dois passos para trás, silenciar, desapegar, desacelerar.
Porque são tempos líquidos. A fila anda muito depressa, formamos laços frágeis uns com os outros, vivemos incertos a respeito do que pensam e dizem sobre nós. Os aplicativos são atualizados constantemente e nos perguntamos em qual versão nos enquadramos. Diante de tudo isso, só estamos seguros onde existe reciprocidade. Onde nosso afeto não é descartado e sim valorizado. Onde nossa expressão de afetividade e afinidade encontra abrigo e não sucumbe à necessidade de ser “atualizada”.
Encontrar reciprocidade num mundo que gira tão rápido é entender que alguém ainda nos dá a mão no meio de tanto turbilhão. É saber que diante do tempo que acelera tanto, ainda há o que se esperar dos vínculos que construímos e dos laços que firmamos.
Por isso não há o que se esperar dos laços que se afrouxam. Por mais que a gente se empenhe em manter certas amarrações, elas não se firmam. Nesse caso, o melhor é se desligar. Entender o fim de um tempo, a desistência de alguns planos, a frustração de certas expectativas. Não alimentar desejos em cima de terrenos frágeis, nem atribuir sentimentos a quem simplesmente não está do nosso lado.
Exercite o amor próprio e valorize os vínculos que construiu. Não permita que o tempo dissolva relações importantes, e preserve com carinho os novos laços que querem surgir. Porém, só permaneça onde existe reciprocidade. Não insista, não implore, não alimente relações unilaterais. Antes de tudo, seja amoroso com você. A vida é recíproca com quem se trata bem.
Fonte:http://www.contioutra.com/permaneca-onde-existe-reciprocidade-2/?
Resultado de imagem para Só permaneça onde existe reciprocidade

Postagens mais visitadas deste blog

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS Se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na mesma fonte de desestabilização emocional. Basta que qualquer matéria sobre empatia seja postada para que dezenas de pessoas (que se identificam como empatas) comentem sobre o lado difícil do excesso de sensibilidade. Não é novidade, também, o fato de existirem pessoas que são, voluntaria ou involuntariamente, mais reativas ao que acontece no ambiente ao seu redor. Para elas, a dor do outro dói em si, o mau humor de alguém as abala e as deixa mal humoradas, notícias pesadas as fragilizam e muito estímulo – como estar no meio de multidões e grandes grupos -, as consomem. A questão é: se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na me…

17 LIÇÕES SOBRE O AMOR QUE VOCÊ PRECISA PÔR EM PRÁTICA EM 2017 PARA SER FINALMENTE FELIZ

© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA
casal amor namoro 216 400x800 



17 lições sobre o amor que você precisa pôr em prática em 2017 para ser finalmente feliz 

A proximidade de um novo ano estimula e incentiva mudanças em diversos setores da vida e, claro, no amor as coisas não seriam diferentes. Se você sente que sua relação precisa ser avaliada ou mesmo está solteiro e pretende construir um relacionamento mais sério, conheça algumas importantes lições sobre o amor que você precisa pôr em prática em 2017 para ser finalmente feliz:
Lições para ser feliz no amor1. Fuja da ideia de buscar uma pessoa que te “complete”. Esteja bem consigo mesma e busque um amor que resulte em soma, e não em divisão.
2. Aceite suas próprias falhas e aprenda a conviver com erros do parceiro.
© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA casal apaixonado gestos 216 400x800
3. Aprenda que ceder não significa submissão plena e total ao outro e que o ato é necessário para o comprometimento…

A VIDA NÃO TIRA AS PESSOAS DE VOCÊ, AFASTA AS QUE VOCÊ NÃO PRECISA!

A VIDA NÃO TIRA AS PESSOAS DE VOCÊ,  AFASTA AS QUE VOCÊ NÃO PRECISA!
Quando se trata de salvaguardar o nosso amor próprio e a nossa dignidade, temos que ter sempre algo em mente: não podemos admitir diminuições. Por isso dizemos que a vida não tira as pessoas de nós, mas nos afasta das que não precisamos. Os vínculos emocionais são valiosos e, por isso, é determinante deixar de lado as pessoas más, sem coração, que esmagam a nossa autoestima vezes sem conta. No momento em que você perceber isso, um mundo novo irá se abrir diante dos seus olhos e você vai deixar de precisar da presença daqueles que semearam dúvidas, desconforto e relutância na sua cabeça. Dê a sua ausência às pessoas que lhe fazem malAfaste-se de quem duvida de você, aproxime-se de quem o valoriza, liberte-se de quem o incomoda e ame quem o apoia. Dê a sua ausência de presente a quem não valoriza a sua presença e mostre o valor que você tem. É você quem determina o seu próprio preço, por isso, é esse o valor que as pessoas …