Pular para o conteúdo principal

PURIFICANDO O CORAÇÃO - DEEPAK CHOPRA


PURIFICANDO O CORAÇÃO



Deepak Chopra 

Existe um centro no corpo onde o amor e o espírito se unem, e esse centro é o coração. É seu coração que dói ou cresce com o amor, que sente compaixão e confiança, que parece vazio ou cheio.

Dentro do coração existe um centro mais sutil que experimenta o espírito, mas o espírito não é sentido como uma emoção ou sensação física. Como então você pode entrar em contato com ele? De acordo com os mestres espirituais, o espírito é experimentado primeiro como a ausência daquilo que não é espírito.

Na Índia, isso é descrito como Netti, netti, que significa "não é isso, nem aquilo".

O espírito não é causado, não é limitado pelo tempo e espaço, não é uma sensação que pode ser vista, tocada, escutada, provada ou farejada. Isso pode parecer uma maneira surpreendente de definir alguma coisa, mas imagine que você nunca tenha visto a cor branca, que todo o mundo consistisse em vermelho, verde, azul e todas as outras cores.

Então, certo dia, um mestre vem até você com uma camisa negra e diz:" Se você lavar isso muitas vezes, vai ver que ela é branca." Se você pede para ver o branco antes de lavar a camisa, está pedindo o impossível. O negro é a soma de todas as cores, e só se você lavá-las todas é que o branco vai aparecer.

Do mesmo modo, sua vida atual é formada de sensações, não só de cores, mas de todos os estímulos que chegam através dos sentidos. Algumas dessas sensações podem ser muito prazerosas, mas nenhuma delas é adequada para dizer-lhe o que é o espírito.

O espírito está por trás das camadas das sensações. Para experimentá-lo, precisa-se ir até o coração e meditar sobre ele, até que tudo que obscureça o espírito seja limpo. A finalidade do exercício seguinte é dar-lhe a experiência de tornar seu coração puro o bastante para testemunhar o espírito.

Puro, aqui, não significa bom e virtuoso, significa livre de impurezas, sem qualquer julgamento de valores. Nas palavras de William Blake, estamos limpando as portas da percepção.

Simplesmente traga sua atenção de volta para o centro cardíaco. Quer ele fale com você com tristeza ou medo, deleite ou prazer, sua mensagem é igualmente benéfica. Prestar atenção no coração é o objetivo desta meditação.

Sente-se confortavelmente num lugar tranquilo sozinho, escolhendo uma hora em que vai estar equilibrado e sem pressa. De manhã cedo é a melhor hora, já que a sua mente estará alerta e descansada; tente evitar a noite avançada, quando a sua consciência está se preparando para o sono.

Feche os olhos e focalize a atenção no meio do peito, onde está o coração (o fato de que o coração físico está à esquerda é irrelevante - o centro cardíaco espiritual está diretamente atrás de seu esterno). Fique consciente de seu coração como um espaço. Não tente escutar seu batimento cardíaco ou qualquer outro som que você acha que um coração faz à medida que bombeia o sangue.

O centro cardíaco que você quer encontrar é um ponto de consciência por onde entram os sentimentos. Em sua forma pura é vazio, permeado por uma ausência de preocupações, paz e luz sutil, sem peso. Essa luz pode parecer branca, dourada, rosa-pálido ou azul.

Mas novamente não tente se esforçar para encontrar uma luz de qualquer tipo. Você não está tentando sentir a pureza do centro cardíaco neste momento; tudo que você precisa sentir é o que quer que esteja lá.

Deixando sua atenção repousar tranquilamente ali, respire suavemente e sinta sua respiração indo para o centro cardíaco. Aqui você pode querer visualizar uma suave luz pastel, ou um frescor permeando o peito. Deixe que a respiração entre e saia, e enquanto isso, peça a seu coração que fale com você.

Não coloque isso como uma ordem; simplesmente tenha a tênue intenção de que quer que seu coração se expresse. Durante os cinco ou dez minutos seguintes, sente-se e escute. Seu coração vai começar a liberar emoções, memórias, desejos, medos e sonhos há muito tempo acumulados e, enquanto o faz, vai começar a prestar atenção.

Você pode receber quase imediatamente um lampejo de emoção intensa, positiva ou negativa, ou uma memória esquecida. Sua respiração pode mudar; você pode ficar ofegante ou suspirar. Deixe que a experiência aconteça. Caso comece a ter devaneios ou fique com sono, não se preocupe.

Simplesmente traga sua atenção de volta para o centro cardíaco. Quer ele fale com você com tristeza ou medo, deleite ou prazer, sua mensagem é igualmente benéfica. Prestar atenção no coração é o objetivo desta meditação.

Você vai notar, enquanto continua a fazer esse exercício, que três coisas estão se unindo naturalmente: meditação, purificação e atenção.

Você está aprendendo a estar com seu coração para prestar atenção em seu significado espiritual - isso é meditação.

Você está deixando que o material reprimido venha à tona para ser liberado - isso é purificação.

Você está prestando atenção em seu coração sem julgamento ou manipulação - isso é atenção.

Esse processo é como lavar uma camisa para revelar sua brancura; não fique perturbado se intensas emoções negativas, ou até mesmo o desconforto físico, começarem a aparecer.

Diga a si mesmo que essas sensações estão indo embora; simplesmente peça a elas que vão com facilidade e conforto. Se vozes de medo, raiva ou dúvida começarem a falar, peça a elas que vão embora tão facilmente quanto desejarem. (No caso de dores no peito persistentes, particularmente se há histórias de doenças cardíacas em sua família, você deve naturalmente consultar um médico).

Depois de alguns dias ou semanas praticando essa meditação, você vai saber se quer que ela seja uma parte permanente de sua rotina diária. Acredito que colocar atenção no coração é algo valioso como uma adição para qualquer programa espiritual; viver a partir do centro do espírito é uma meta constante para qualquer um ao trilhar o seu caminho.

Deepak Chopra

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO - http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO - https://lecocq.wordpress.com
Autor: Deepak Chopra / https://www.deepakchopra.com/
Facebook: https://www.facebook.com/DeepakChopra/
Youtube: https://www.youtube.com/user/thechoprawell
Fontes: http://pensopositivo.com.br/ - Sementes das Estrelas

Postagens mais visitadas deste blog

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS Se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na mesma fonte de desestabilização emocional. Basta que qualquer matéria sobre empatia seja postada para que dezenas de pessoas (que se identificam como empatas) comentem sobre o lado difícil do excesso de sensibilidade. Não é novidade, também, o fato de existirem pessoas que são, voluntaria ou involuntariamente, mais reativas ao que acontece no ambiente ao seu redor. Para elas, a dor do outro dói em si, o mau humor de alguém as abala e as deixa mal humoradas, notícias pesadas as fragilizam e muito estímulo – como estar no meio de multidões e grandes grupos -, as consomem. A questão é: se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na me…

POEMA "METADE" - OSWALDO MONTENEGRO

Metade

Oswaldo Montenegro


Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
A outra metade é silêncio

 Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Pois metade de mim é partida
A outra metade é saudade
Que as palavras que falo
Não sejam ouvidas como prece nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas como a única coisa
Que resta a um homem inundado de sentimentos
Pois metade de mim é o que ouço
A outra metade é o que calo
Que a minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que mereço
Que a tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que penso
A outra metade um vulcão
Que o medo da solidão se afaste
E o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
Que o espelho reflita meu rosto num doce sorriso
Que me lembro ter dado na infância
Pois metade de mim é a lembrança do q…

17 LIÇÕES SOBRE O AMOR QUE VOCÊ PRECISA PÔR EM PRÁTICA EM 2017 PARA SER FINALMENTE FELIZ

© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA
casal amor namoro 216 400x800 



17 lições sobre o amor que você precisa pôr em prática em 2017 para ser finalmente feliz 

A proximidade de um novo ano estimula e incentiva mudanças em diversos setores da vida e, claro, no amor as coisas não seriam diferentes. Se você sente que sua relação precisa ser avaliada ou mesmo está solteiro e pretende construir um relacionamento mais sério, conheça algumas importantes lições sobre o amor que você precisa pôr em prática em 2017 para ser finalmente feliz:
Lições para ser feliz no amor1. Fuja da ideia de buscar uma pessoa que te “complete”. Esteja bem consigo mesma e busque um amor que resulte em soma, e não em divisão.
2. Aceite suas próprias falhas e aprenda a conviver com erros do parceiro.
© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA casal apaixonado gestos 216 400x800
3. Aprenda que ceder não significa submissão plena e total ao outro e que o ato é necessário para o comprometimento…