Pular para o conteúdo principal

ESTE MENINO COSTUROU MAIS DE 800 URSOS DE PELÚCIA PARA CRIANÇAS DOENTES



Posted: 19 Nov 2016 01:00 AM PST

“Meu nome é Campbell mas todo mundo me chama de Bumble. Eu tenho 12 anos e quando eu tinha 9, perguntei a mamãe e papai se nós poderíamos comprar presentes de Natal para as crianças no hospital, quando eles me disseram que custaria muito caro. Então eu decidi fazê-los.”
Assim começa a história do projeto de Campbell Remess, da cidade de Hobart no estado australiano da Tasmânia, relatada por ele no site oficial do projeto.
Campbell tem mais oito irmãos, então seria difícil para seus pais comprar presentes.
A decisão dele foi fazer um presente por dia, 365 por ano e dar para as crianças do Royal Hobart Hospital.
Até agora, por meio do que ele nomeou como Projeto 365, Campbell já fez mais de 800 ursinhos de pelúcia desde o início de sua iniciativa três anos atrás.

Muito dedicado, esse é o passatempo favorito dele, costurar bichinhos de pelúcia, a ponto de sua mãe encorajá-lo a fazer qualquer outra coisa. Mas ele é persistente e em geral recusa o incentivo.
“Na primeira vez, eu tomei muita prática”, disse Campbell sobre costurar em uma máquina ao site de notícias da SBS Austrália. “Eu não tinha costurado nada antes”.
Quando tinha nove anos, Campbell aprendeu por tentativa e erro, baixou moldes da internet e se esforçou para aprender até que seu tempo de produção passou de cinco horas para cerca de uma hora apenas.
Os ursinhos são personalizados e recebem o nome da criança em uma das patas.
Os esforços e determinação de fazer os ursinhos de pelúcia para as crianças do hospital atraiu a vontade de outras pessoas de doar para o projeto e ele também gasta dinheiro do próprio bolso, fazendo tarefas extras para comprar suprimentos.
“Muitas pessoas gostam de andar de skate e socializar com os amigos delas. Eu só gosto de voltar para casa e costurar”, disse ele para o Daily Mail. Seu projeto é tão levado a sério que a mãe, Sonia, disse que o filho ainda prefere costurar do que jogar Xbox.
Campbell visita o hospital toda quinta-feira para entregar os novos ursinhos e para visitar crianças para quem ele já havia dado presentes antes.
A intenção do menino é a de reverter a tristeza que encontra. Assim quando soube que o pai, Nathan havia sido diagnosticado com câncer cinco anos atrás.
O tumor do tamanho de uma uma bola de tênis foi removido, mas com 80% de chance de voltar.
“Quando nós descobrimos que papai tinha câncer, foi muito triste”, explicou Campbell ao site da SBS. “Câncer fica pior com estresse, então eu fiz um urso para ele, então ele poderia se livrar do câncer.”
Desde que o pai ganhou o urso do filho, o câncer não voltou: “Há um pouco de grande mágica neles”, disse Nathan sobre os ursinhos do filho. “Embora haja um tanto de mágica em Campbell.”
Com tanta pureza em suas intenções, Campbell explica seu projeto da seguinte forma à SBS:
“Eu acho que ser gentil e não mau mudará o mundo.”
Ele tem toda a razão e sem dúvida, como não ver o bem que ele causa a essas crianças:
Campbell produz ursinhos de pelúcia para leilão e levantamento de fundos para pessoas também, como explica no site oficial do projeto, outros são vendidos com o valor revertido para caridade.
“Elas sorriem e algumas me abraçam. Faz todo o dia delas melhor”, disse ele sobre as crianças ao site do Today.
Se quiser contribuir com o projeto de Campbell, clique aqui.

https://awebic.com/humanidade/menino-costura-ursos-pelucia-criancas/?

Postagens mais visitadas deste blog

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS Se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na mesma fonte de desestabilização emocional. Basta que qualquer matéria sobre empatia seja postada para que dezenas de pessoas (que se identificam como empatas) comentem sobre o lado difícil do excesso de sensibilidade. Não é novidade, também, o fato de existirem pessoas que são, voluntaria ou involuntariamente, mais reativas ao que acontece no ambiente ao seu redor. Para elas, a dor do outro dói em si, o mau humor de alguém as abala e as deixa mal humoradas, notícias pesadas as fragilizam e muito estímulo – como estar no meio de multidões e grandes grupos -, as consomem. A questão é: se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na me…

POEMA "METADE" - OSWALDO MONTENEGRO

Metade

Oswaldo Montenegro


Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
A outra metade é silêncio

 Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Pois metade de mim é partida
A outra metade é saudade
Que as palavras que falo
Não sejam ouvidas como prece nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas como a única coisa
Que resta a um homem inundado de sentimentos
Pois metade de mim é o que ouço
A outra metade é o que calo
Que a minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que mereço
Que a tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que penso
A outra metade um vulcão
Que o medo da solidão se afaste
E o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
Que o espelho reflita meu rosto num doce sorriso
Que me lembro ter dado na infância
Pois metade de mim é a lembrança do q…

17 LIÇÕES SOBRE O AMOR QUE VOCÊ PRECISA PÔR EM PRÁTICA EM 2017 PARA SER FINALMENTE FELIZ

© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA
casal amor namoro 216 400x800 



17 lições sobre o amor que você precisa pôr em prática em 2017 para ser finalmente feliz 

A proximidade de um novo ano estimula e incentiva mudanças em diversos setores da vida e, claro, no amor as coisas não seriam diferentes. Se você sente que sua relação precisa ser avaliada ou mesmo está solteiro e pretende construir um relacionamento mais sério, conheça algumas importantes lições sobre o amor que você precisa pôr em prática em 2017 para ser finalmente feliz:
Lições para ser feliz no amor1. Fuja da ideia de buscar uma pessoa que te “complete”. Esteja bem consigo mesma e busque um amor que resulte em soma, e não em divisão.
2. Aceite suas próprias falhas e aprenda a conviver com erros do parceiro.
© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA casal apaixonado gestos 216 400x800
3. Aprenda que ceder não significa submissão plena e total ao outro e que o ato é necessário para o comprometimento…