Pular para o conteúdo principal

MEDITAÇÃO PARA EVOCAR A BONDADE


Meditação para evocar a bondade


A qualidade da bondade é o solo fértil no qual pode crescer uma vida espiritual integrada. Com um coração amoroso como pano de fundo, tudo que tentamos, tudo o que encontramos se abrirá e fluirá com mais facilidade. Embora, em muitas circunstâncias, a bondade possa emergir naturalmente em nós, ela também pode ser cultivada.
Esta meditação é uma prática de 2.500 anos de idade que usa a repetição de frases, imagens e sensações para evocar a bondade e a generosidade em relação a nós mesmos e aos outros. Você pode experimentar esta prática para ver se ela lhe é útil. É melhor começar pela repetição contínua por 15 ou 20 minutos, uma ou duas vezes por dia, em um local calmo, durante vários meses. De início, esta meditação poderá parecer mecânica ou ineficaz, ou até mesmo fazer surgir o seu oposto: a sensação de irritação e raiva. Se isto acontecer, é importante que você seja paciente e gentil consigo mesmo e deixe que qualquer coisa que aflore seja recebida dentro de um espírito de generosidade e bondosa afeição. Em seu tempo mesmo diante de dificuldades interiores, a bondade se desenvolverá.
Sente-se numa posição confortável. Deixe seu corpo relaxar e ficar em repouso na medida do possível, deixe sua mente aquietar-se e desapegue-se de projetos e preocupações. Então, comece a recitar para si mesmo estas frases dirigidas a você. Comece com você mesmo, pois, sem amar a si mesmo, é praticamente impossível amar os outros.
“Que eu possa ser envolvido pela bondade
que eu possa me sentir bem
que eu possa estar em paz e tranquilidade
que eu possa estar feliz.”
Ao pronunciar essas frases, talvez você também queira usar a imagem contida nas instruções de Buda: imagine-se como uma criancinha muito amada (ou sinta-se como é agora) envolvida por um coração de bondade. Deixe as sensações aflorarem com as palavras ajuste as palavras e as imagens para encontrar as frases exatas que melhor irão abrir a bondade do seu coração. Repita muitas vezes as frases, deixando que os sentimentos impregnem seu corpo e sua mente.
Pratique esta meditação repetidamente durante várias semanas, até que cresça o sentimento de bondade por você mesmo.
Quando se sentir pronto, na mesma meditação você poderá gradualmente expandir o foco da sua bondade para incluir os outros. Depois de si mesmo, escolha um benfeitor, alguém na sua vida que realmente cuidou de você. Visualize essa pessoa e cuidadosamente recite as mesmas frases, Que ele (ela) possa ser envolvido(a) pela bondade e assim por diante. Quando a bondade por seu benfeitor se desenvolver, comece a incluir na meditação outras pessoas que você ama, visualizando-as e recitando as mesmas frases, evocando um sentimento de bondade por elas.
Depois disso, você pode gradualmente começar a incluir outros amigos, membros da sua comunidade, pessoas de toda a parte, animais, toda a Terra e todos os seres. Então você poderá experimentar incluir as pessoas mais difíceis da sua vida, desejando que também elas sejam envolvidas pela bondade e pela paz. Com alguma prática, um firme sentimento de bondade poderá se desenvolver e, no decorrer de 15 ou 20 minutos, você será capaz de incluir muitos seres na sua meditação, partindo de você para um benfeitor, para as pessoas amadas e para todos os seres em toda parte.
Então você poderá aprender a praticar a bondade em qualquer lugar. Você pode usar esta meditação em engarrafamentos de trânsito, em ônibus e aviões, na sala de espera do médico e em mil outras circunstâncias. Ao praticar silenciosamente esta meditação da bondade entre as pessoas, você irá sentir de imediato uma maravilhosa conexão com elas: o poder da bondade. Ela trará calma à sua vida e o manterá ligado com o coração.
Jack Kornfield
Fonte:https://osegredo.com.br/2013/10/meditacao-evocar-bondade/

Postagens mais visitadas deste blog

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS

7 DICAS PARA NÃO ABSORVER A “ENERGIA NEGATIVA” DE OUTRAS PESSOAS Se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na mesma fonte de desestabilização emocional. Basta que qualquer matéria sobre empatia seja postada para que dezenas de pessoas (que se identificam como empatas) comentem sobre o lado difícil do excesso de sensibilidade. Não é novidade, também, o fato de existirem pessoas que são, voluntaria ou involuntariamente, mais reativas ao que acontece no ambiente ao seu redor. Para elas, a dor do outro dói em si, o mau humor de alguém as abala e as deixa mal humoradas, notícias pesadas as fragilizam e muito estímulo – como estar no meio de multidões e grandes grupos -, as consomem. A questão é: se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na me…

A VIDA NÃO TIRA AS PESSOAS DE VOCÊ, AFASTA AS QUE VOCÊ NÃO PRECISA!

A VIDA NÃO TIRA AS PESSOAS DE VOCÊ,  AFASTA AS QUE VOCÊ NÃO PRECISA!
Quando se trata de salvaguardar o nosso amor próprio e a nossa dignidade, temos que ter sempre algo em mente: não podemos admitir diminuições. Por isso dizemos que a vida não tira as pessoas de nós, mas nos afasta das que não precisamos. Os vínculos emocionais são valiosos e, por isso, é determinante deixar de lado as pessoas más, sem coração, que esmagam a nossa autoestima vezes sem conta. No momento em que você perceber isso, um mundo novo irá se abrir diante dos seus olhos e você vai deixar de precisar da presença daqueles que semearam dúvidas, desconforto e relutância na sua cabeça. Dê a sua ausência às pessoas que lhe fazem malAfaste-se de quem duvida de você, aproxime-se de quem o valoriza, liberte-se de quem o incomoda e ame quem o apoia. Dê a sua ausência de presente a quem não valoriza a sua presença e mostre o valor que você tem. É você quem determina o seu próprio preço, por isso, é esse o valor que as pessoas …

"A BASE DE UM CÉREBRO SAUDÁVEL É A BONDADE,E PODE-SE TREINAR ISSO" - RICHARD DAVIDSON,PhD EM NEUROPSICOLOGIA

“A base de um cérebro saudável é a bondade, e pode-se treinar isso”-Richard Davidson, PhD em neuropsicologia e pesquisador na área de neurociência afetiva
Nasci em Nova Iorque e moro em Madison, Wisconsin (EUA), onde sou professor de psicologia e psiquiatria na universidade. A política deve basear-se naquilo que nos une. Só assim poderemos reduzir o sofrimento no mundo. Acredito na gentileza, na ternura e na bondade, mas temos que nos treinar nisso. Eu estava investigando os mecanismos cerebrais ligados à depressão e à ansiedade. …E acabou fundando o Centro de Investigação de Mentes Saudáveis. Quando eu estava no meu segundo ano na Universidade de Harvard, a meditação cruzou o meu caminho e fui para a Índia investigar como treinar a minha mente. Obviamente, meus professores disseram que eu estava ficando louco, mas aquela viagem marcou meu futuro. …E assim que começam as grandes histórias. Descobri que uma mente calma pode produzir bem-estar em qualquer tipo de situação. E quando me dedique…